Setembro em terras de “nuestros hermanos”